Dia do homem

Você sabia que, assim como o Dia da Mulher, existe o Dia do Homem? Fique atento, pois ele é celebrado amanhã! Apesar de ser comemorado internacionalmente no dia 19 de novembro, aqui no Brasil a data é celebrada, desde 1992, no dia 15 de Julho, por iniciativa da Ordem Nacional dos Escritores. Os objetivos principais do Dia Internacional do Homem são incentivas a melhoria da saúde dos homens, aprimorar a relação entre gêneros e promover a igualdade.

 

 

Normalmente, o Dia do Homem é celebrado com seminários públicos, atividades escolares, programas de rádio e televisão, passeatas e marchas pacíficas, debates e mostras de arte. Os pioneiros da data querem destacar as experiências masculinas na sociedade. Cada ano a celebração foca um tema diferente como, por exemplo, Ano da Saúde Masculina (2002) e Ano do Perdão e da Cura (2007).

 

Os avanços na história do homem não param por aí. A moda masculina, por exemplo, já teve suas diversas fases. Cada década tinha um estilo bem diferente. Quer lembrar como foram as últimas três décadas? Então acompanha a gente aí!

 

>>> ANOS 1980

 

 

Os anos 80 são conhecidos como a década dos exageros, e a moda não poderia ser diferente, começando com os yuppies, jovens investidores da Bolsa de Valores que usavam tricôs, jaquetões com ombreiras enormes, calça largas, suspensórios e gravatas.

 

Acessórios como relógios, chapéus, correntes e óculos fazem parte do look todos em tendências exageradas. O tênis também ganha seu espaço como peça usual deixando os sapatos um pouco de lado.

 

>>> ANOS 1990

 

 

O estilo grunge marca essa década: bermudas e calças largas e camisas de flanela xadrez deixam o homem dessa década com a aparência um pouco largada. O estilo, contudo, durou pouco e logo foi substituído pelo clubber com um jeito mais extravagante de se vestir: blusas coloridas com personagens de desenho, calças e tênis coloridos, a maioria das peças feitas com tecidos que não amassam, tecidos que deram origem a partir dessa década.

 

>>> ANOS 2000

 

 

Os anos 2000 são representados principalmente pela atualização de peças das décadas passadas. Peças conhecidas de outras décadas ganham releituras inovadoras. Os clássicos da alfaiataria, como chapéus, coletes e lenços nos bolsos voltam, resgatando o valor para os detalhes que em algum momento tinha sido perdido.

 

A moda se configura aqui mais como uma mistura de vários estilos, de várias épocas. O que vale é a criatividade na hora de combinar as peças para criar um look único unindo roupas de varias épocas num único estilo: o estilo próprio, hoje levado muito mais em conta por ser demonstração de personalidade.

 

E pra entrar nessa onda da masculinidade, em breve você irá conhecer a edição inédita da revista Del Paseo, direcionada para o público masculino. Fique ligado!

Comentários